S. Freud: O mal-estar na cultura (1930)

Coordenação: Andrea Junqueira (Psicanalista, Membro Titular e Coordenadora Geral da Formação Freudiana)
Horário: Terça-feira, das 14h30 às 16h. (semanal)
Modalidade: Curso ao vivo, à distância.

Jacques Lacan

O Seminário o Desejo e sua Interpretação, livro 6, recém-publicado no Brasil, introduz através da leitura de alguns SONHOS exemplares uma importante contribuição para o entendimento do que é o desejo e o lugar do analista ao interpretá-lo.
O que Lacan mostra? que o desejo não é função biológica, nem coordenado a um objeto natural; que seu objeto é fantasístico. Por conseguinte, o desejo é intangível para quem quer dominá-lo. Prega-nos peças, mas ao mesmo tempo que não for reconhecido, fabrica sintomas. Numa análise trata-se de interpretar, isto é ler no sintoma o desejo que se encerra.

Coordenação: Susan Guggenheim (Psicanalista, Membro Titular da Formação Freudiana)
Horário: Quinta-feira, das 16h às 17h30. (semanal)
Modalidade: Curso ao vivo, à distância.

Sobre o Trauma

Percorrer o conceito de trauma através dos escritos freudianos e ferenczianos implicados nas questões trazidas pela clínica psicanalitica contemporânea.

A bibliografia seguirá os trabalhos de Freud e Ferenczi sobre o tema, além dos trabalhos de psicanalistas tais como, Teresa Pinheiro, Daniel Kupermann, Jô Gondar, Nelson Coelho Júnior, Luis Claudio Figueiredo, Chaim Samuel Katz, dentre outros, que contribuem para pensar os modos como a Psicanálise pode responder aos sofrimentos psíquicos contemporâneos.

Curso iniciado no primeiro semestre de 2020.

Coordenação: Alexandre Costa (Psicanalista, Membro Titular da Formação Freudiana)
Horário: Quinta-feira, das 17h30 às 19h. (semanal)
Modalidade: Curso ao vivo, à distância.

Dos limites da metapsicologia à metapsicologia dos limites

A ideia principal do nosso curso é problematizar a metapsicologia freudiana, dita clássica, ampliando-a. Vamos tentar estabelecer um diálogo fecundo entre as diferentes concepções psicanalíticas, ou seja, entre a Teoria Pulsional (Freud) e a Teoria das Relações de Objeto (Winnicott). O pensamento clínico de André Green será o fio condutor e a linha que vai estabelecer essa costura entre o intrapsíquico (Pulsão) e o interpessoal (Objeto).
Nosso texto guia será o livro de Camila Junqueira: Metapsicologia dos Limites.

Coordenação: Hélcio Aranha (Psicanalista, Membro Titular da Formação Freudiana)
Horário: Terça-feira, das 16h às 17h30 (semanal)
Modalidade: Curso ao vivo, à distância.

Psiquiatria e Psicanálise

Procuraremos articular os saberes psicanalíticos e psiquiátricos sobre a psicose, a partir dos textos Freudianos de 1924 : “Neurose e Psicose” e “Perda da Realidade na Neurose e Psicose”, além da leitura do trabalho magistral de Victor Tausk: Da gênese do “aparelho de influenciar” no curso da Esquizofrenia.

Coordenação: Marcelo Cobucci (Psicanalista, Membro Titular da Formação Freudiana)
Horário: Terça-feira, das 17h30 às 19h. (semanal)
Modalidade: Curso ao vivo, à distância.

Relações de Objeto

Dando continuidade ao estudo sobre o movimento psicanalítico chamado de “Os Teóricos das Relações de Objeto” e procurando dialogar com os outros cursos oferecidos na Formação Freudiana, iremos apresentar no segundo semestre de 2020 uma introdução à obra de Michael Balint.
Psicanalista húngaro , herdeiro da Escola de Budapeste -discípulo de Ferenczi- teve grande influência no campo teórico e clínico da Escola Inglesa, uma das mais importantes escolas de psicanálise que surgiu no início da década de 40 ao final dos anos 80. Balint radicou- se na Inglaterra e junto a Winnicott, Fairbairn, Klein, Bion e outros foi responsável, com suas propostas inovadoras pela ampliação da Psicanálise.
Fiel a Freud e a seu modelo estrutural pulsional, Balint não se reduz a esse modelo e propõe outra possibilidade de constituição psíquica ao propor a relação objetal como primordial na produção de subjetividade.
Assim, o inovador psicanalista da Escola Inglesa oferece uma base e abre o caminho para a elaboração do que alguns autores chamam de “modelo misto” ou de uma “3ª tópica”.

Coordenação: Ricardo Parente (Psicanalista, Membro Titular da Formação Freudiana)
Horário: Quinta-feira, das 14h30 às 16h (semanal).
Modalidade: Curso ao vivo, à distância.

Nossa Página no Facebook

Telefones:
Barra {21} 3149 3375
Ipanema {21} 2266 3300

Barra da Tijuca
Av .das Américas , 500 / Bloco 21 / loja 143.
Downtown

Ipanema
Rua Visconde de Pirajá, 111/ sala 213.

 

Desenvolvido por O Tao do site