Experiências de Winnicott no cenário da II Guerra Mundial

Winnicott acompanhou com apreensão a execução do plano de evacuação de crianças das cidades para zonas rurais para protege-las dos riscos decorrentes da guerra em curso.Fez várias advertências acerca dos perigos que representava o afastamento prolongado de crianças, sobretudo daquelas com menos de cinco anos, do convívio familiar. Quando a evacuação foi posta em prática e, segundo suas palavras, tornou se uma história de tragédias, aceitou o cargo de Psiquiatra Consultor do Plano de Evacuação Governamental. A partir de então, Winnicott viu se em meio a um novo e vasto campo de experiência e é seu trabalho neste contexto que pretendemos acompanhar.

1 – Seu contato com grande número de crianças impossibilitadas de serem acolhidas em famílias comuns dispostas à adoção por apresentarem graves distúrbios de caráter e comportamentos de natureza anti social.

2 – Supervisão de equipes de profissionais de cinco “lares” destinados a abrigar essas crianças necessitadas de cuidados especiais.

3 – Criação de um método de trabalho junto aos componentes dessas equipes, de início, completamente desorientados diante do caos criado pelas crianças sob seus cuidados.

4 – Gradual compreensão, sempre provisória, dos motivos dos comportamentos destrutivos e elaboração de planos de ação.

5 – Avanços significativos em sua teoria do desenvolvimento primitivo, já em início de elaboração, a partir dos ensinamentos proporcionados por esta experiência.

Leituras básicas:

Winnicott, D.W. Privação e delinquência, Martins Fontes, 1995.

Winnicott, D.W. sobre D.W.W in Explorações psicanalíticas, Artes Médicas, 1994 p.433-443.

Coordenação: Clara Kishida (Psicanalista, Membro Titular da Formação Freudiana)
Horário: Quinta-feira, das 10h às 11h30. (semanal)
Modalidade: Curso ao vivo, à distância.

Aproximações entre Freud e Ferenczi

A aproximação com O mal-estar na cultura (1930) se torna imprescindível para pensarmos a crise mundial em que estamos mergulhados.
Lembramos, não por acaso, que este escrito foi produzido entre duas Guerras Mundiais, após a epidemia da gripe espanhola e quando o Nazismo ganhava força representativa no Parlamento Alemão. Um fato histórico marcante nesta época foi a crise de 1929, conhecido como um dos maiores colapsos na economia mundial com desoladoras consequências.
No momento atual se abrem questões sobre o enfrentamento de situações extremas como a pandemia do Corona vírus e a intensificação das crises sociais e econômicas.
A morte e as rupturas dos laços afetivos nunca se tornaram tão próximas de nós.
Freud traz o homem confrontado com experiências radicais, vindas do sofrimento no corpo, pela hostilidade do mundo externo e com a insatisfação na relação com o outro. A agressividade também se revela como uma outra face da existência, o homem não é bom por natureza.
Há algo de revolucionário na teoria e na clínica psicanalítica, quando nos é apresentado um campo de indeterminação entre duas forças: Eros e Thanatos.
A pulsão de morte se apresenta como um obstáculo à cultura e esta estaria a serviço de Eros.
As incertezas emergem implacavelmente, expõem a experiência trágica da condição humana.
O humano habita neste paradoxo, entre as exigências da vida social e da vida pulsional.
Surgem expressões infinitas dessa angústia na nossa clínica atual e sempre aprendemos com Freud, definido por Ítalo Calvino, ” como aquele que nunca esgota o que tem a dizer aos seus leitores”.

Bibliografia:

Observação: durante o curso poderão ser incluídas outras leituras.

Coordenação: Atalia Fontes (Psicanalista, Membro Titular da Formação Freudiana)
Horário: Terça-feira, das 10h às 11h30. (semanal)
Modalidade: Curso ao vivo, à distância.

Aula inaugural: MAPAS DA PSICANÁLISE CONTEMPORÂNEA

Dia e horário: 11/08/2020 – 19:00 às 21:15
A aula será transmitida ao vivo pelo aplicativo Zoom.

Continue lendo ->
Nossa Página no Facebook

Telefones:
Barra {21} 3149 3375
Ipanema {21} 2266 3300

Barra da Tijuca
Av .das Américas , 500 / Bloco 21 / loja 143.
Downtown

Ipanema
Rua Visconde de Pirajá, 111/ sala 213.

 

Desenvolvido por O Tao do site