Sociedade de Psicanálise no Rio de Janeiro     •      Telefones: Barra da Tijuca {21} 3149 3375      Ipanema {21} 2266 3300

AGENDA

atividades de 2020

Aproximações entre Freud e Ferenczi

A aproximação com O mal-estar na cultura (1930) se torna imprescindível para pensarmos a crise mundial em que estamos mergulhados.
Lembramos, não por acaso, que este escrito foi produzido entre duas Guerras Mundiais, após a epidemia da gripe espanhola e quando o Nazismo ganhava força representativa no Parlamento Alemão. Um fato histórico marcante nesta época foi a crise de 1929, conhecido como um dos maiores colapsos na economia mundial com desoladoras consequências.
No momento atual se abrem questões sobre o enfrentamento de situações extremas como a pandemia do Corona vírus e a intensificação das crises sociais e econômicas.
A morte e as rupturas dos laços afetivos nunca se tornaram tão próximas de nós.
Freud traz o homem confrontado com experiências radicais, vindas do sofrimento no corpo, pela hostilidade do mundo externo e com a insatisfação na relação com o outro. A agressividade também se revela como uma outra face da existência, o homem não é bom por natureza.
Há algo de revolucionário na teoria e na clínica psicanalítica, quando nos é apresentado um campo de indeterminação entre duas forças: Eros e Thanatos.
A pulsão de morte se apresenta como um obstáculo à cultura e esta estaria a serviço de Eros.
As incertezas emergem implacavelmente, expõem a experiência trágica da condição humana.
O humano habita neste paradoxo, entre as exigências da vida social e da vida pulsional.
Surgem expressões infinitas dessa angústia na nossa clínica atual e sempre aprendemos com Freud, definido por Ítalo Calvino, ” como aquele que nunca esgota o que tem a dizer aos seus leitores”.

Bibliografia:

  • Freud, S.: O mal-estar na cultura ( 1930 )
    Cultura, Sociedade, Religião O mal-estar na cultura e outros escritos.( 2020) Editora Autêntica
  • Freud, S : Por que a guerra ? ( 1932) – Cultura, Sociedade, Religião
    O mal-estar na cultura e outros escritos ( 2020)
    Editora Autêntica
  • Enriquez, Eugene: Da horda ao Estado – A Psicanálise do vínculo social. Ed. Zahar
  • Derrida, Jacques : Estados- da- alma. Ed.Escuta.
  • Derrida, Jacques e Roudinesco, Elizabeth: De que amanhã…( capítulo Elogio da psicanálise).
    Ed.Zahar
  • Zaltzman, Narhalie : A pulsão anarquista. São Paulo: Escuta, 1993.

Observação: durante o curso poderão ser incluídas outras leituras.

Coordenação: Atalia Fontes (Psicanalista, Membro Titular da Formação Freudiana)
Horário: Terça-feira, das 10h às 11h30. (semanal)
Modalidade: Curso ao vivo, à distância.

 

 

 

 

Quem Somos

Artigos

Livros

Links

Contato

Rio de Janeiro

Barra da Tijuca
Av. das Américas, 500
(Downtown) Bloco 21 / loja 143.
Telefone: {21} 3149 3375

Ipanema
Rua Visconde de Pirajá, 111/ sala 213.
Telefone: {21} 2266 3300

 

Instituição Psicanalítica fundada em 1992

© 2014 Formação Freudiana - formação em psicanálise | Web design: O Tao do Site

Aproximações entre Freud e Ferenczi « Formação Freudiana

Sociedade de Psicanálise no Rio de Janeiro     •      Telefones: Barra da Tijuca {21} 3149 3375      Ipanema {21} 2266 3300

Blog

Aproximações entre Freud e Ferenczi

quinta-feira, 30 julho , 2020

A aproximação com O mal-estar na cultura (1930) se torna imprescindível para pensarmos a crise mundial em que estamos mergulhados.
Lembramos, não por acaso, que este escrito foi produzido entre duas Guerras Mundiais, após a epidemia da gripe espanhola e quando o Nazismo ganhava força representativa no Parlamento Alemão. Um fato histórico marcante nesta época foi a crise de 1929, conhecido como um dos maiores colapsos na economia mundial com desoladoras consequências.
No momento atual se abrem questões sobre o enfrentamento de situações extremas como a pandemia do Corona vírus e a intensificação das crises sociais e econômicas.
A morte e as rupturas dos laços afetivos nunca se tornaram tão próximas de nós.
Freud traz o homem confrontado com experiências radicais, vindas do sofrimento no corpo, pela hostilidade do mundo externo e com a insatisfação na relação com o outro. A agressividade também se revela como uma outra face da existência, o homem não é bom por natureza.
Há algo de revolucionário na teoria e na clínica psicanalítica, quando nos é apresentado um campo de indeterminação entre duas forças: Eros e Thanatos.
A pulsão de morte se apresenta como um obstáculo à cultura e esta estaria a serviço de Eros.
As incertezas emergem implacavelmente, expõem a experiência trágica da condição humana.
O humano habita neste paradoxo, entre as exigências da vida social e da vida pulsional.
Surgem expressões infinitas dessa angústia na nossa clínica atual e sempre aprendemos com Freud, definido por Ítalo Calvino, ” como aquele que nunca esgota o que tem a dizer aos seus leitores”.

Bibliografia:

  • Freud, S.: O mal-estar na cultura ( 1930 )
    Cultura, Sociedade, Religião O mal-estar na cultura e outros escritos.( 2020) Editora Autêntica
  • Freud, S : Por que a guerra ? ( 1932) – Cultura, Sociedade, Religião
    O mal-estar na cultura e outros escritos ( 2020)
    Editora Autêntica
  • Enriquez, Eugene: Da horda ao Estado – A Psicanálise do vínculo social. Ed. Zahar
  • Derrida, Jacques : Estados- da- alma. Ed.Escuta.
  • Derrida, Jacques e Roudinesco, Elizabeth: De que amanhã…( capítulo Elogio da psicanálise).
    Ed.Zahar
  • Zaltzman, Narhalie : A pulsão anarquista. São Paulo: Escuta, 1993.

Observação: durante o curso poderão ser incluídas outras leituras.

Coordenação: Atalia Fontes (Psicanalista, Membro Titular da Formação Freudiana)
Horário: Terça-feira, das 10h às 11h30. (semanal)
Modalidade: Curso ao vivo, à distância.

Assuntos Agenda de Atividades, atividades e cursos eletivos 2020, barra da tijuca 2020, ipanema 2020, Módulos da Formação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quem Somos

Artigos

Livros

Links

Contato

Rio de Janeiro

Barra da Tijuca
Av. das Américas, 500
(Downtown) Bloco 21 / loja 143.
Telefone: {21} 3149 3375

Ipanema
Rua Visconde de Pirajá, 111/ sala 213.
Telefone: {21} 2266 3300

 

Instituição Psicanalítica fundada em 1992

© 2014 Formação Freudiana - formação em psicanálise | Web design: O Tao do Site